domingo, julho 27, 2008

Suportar você... com todos seus anseios...

C
O
M
O
?

Do outro lado...Vem você...margeando

C
O
R
R
E
N
D
O...como suportar seus repentes?

Foto Kuaray na cena Aldiane Dala Costa

9 comentários:

.ju das candongas. disse...

...sempre venho bisbilhotar o blog.. e mais do que isso.. sempre passo em frente ao Lugar e fico ali em frente, por tempos curiosa a saber o que se passa por lá... nunca crio coragem para entrar! =\ Recebo emails com convites encorajadores (encorajantes? que palavra é essa meu deus!rs) quase todos os dias... preciso criar vergonha na cara e me adentrar indiscretamente como a chuva nesse Lugar e mundo que tanto me chama atenção. Em breve...
Sucesso...
E um grande abraço.
.ju.

de..... lou disse...

como suportá-la em meus remorsos cantando ao acordar-me para o mundo que me habita? sutiens pendurados como lágrimas derramadas. engolir-te seca-me escarrar. eu te querer, eu não te querer, e longe... como suportá-la longe dos meus ombros... flutuantes prédios infernizam a bondade. fantasmas nas janelas assaltam-me a tranquila concentração dessa danação, então danado, transformo-me num idiota. as roupas com seus cortes retos, dominam todo o guarda-roupa.

Ariadne disse...

A cada dia, esse espetaculo me prende mais...mesmo não te-lo assistido. Algo me diz que preciso muito ver rsrsr....

bjus a todos!!!

Anônimo disse...

penduricalhos, chocalhos, eram... minhas regras chocaram-me ao ver o sangue no travesseiro. logo no travesseiro... ela ficou puta...

bezerro disse...

quase natal, mamei nas mamas de mamãe, gostei, mordi a mama esquerda e na direita o indicador sorridente era uma criança.

biamara disse...

o que mais me angustia é não ter descoberto ainda este você em mim. é olhar esta nudez que se me dá e não compreendê-la, é estranhar esta intimidade que se mostra
de repente
sutilmente
sinuosamente
por todos os lados
nos encontros de nossos corpos complementares.

ThaiZize disse...

Suportar teus repentes somente pelos rompantes que eles me trazem. Suportar teus anseios pois seios para minha ansiedade.

Anônimo disse...

um céu de seios povoam-me um círculo de corvos e andorinhas.

uma quase Leonardo disse...

seus repentes duram pouco, e são menos constantes do que os meus repentes...
de repente via tão pouco que não bastava mais os teus...
e os meus já cansados e repetitivos que estavam, tão previsíveis... coisas banais assim me irritam...
minha mesmice não era mais chata que a nossa rotina de repentes

não mais de-repente...