quinta-feira, maio 29, 2008

SEGREDOS PRIVADOS E PÚBLICOS

O QUE ESCORRE MUNDO A FORA, PELA METADE DOS CORPOS, RUA A DENTRO ...


Foto do ateliê coreográfico -24/05/2008

2 comentários:

biamara disse...

com a janela fechada eu respirava a leveza de mozart por horas a fio. aconchegava o segredo de minha vida inteira: a falta deste que chegou ainda há pouco e com intensa delicadeza me descobriu. eu me transformava por inteiro em lágrimas e soluços que corriam pelo rosto pelo corpo pelo quarto pelo apartamento pelo prédio inteiro - eu era um rito de dor no meu silêncio, eu era aquela que tinha sentido para sempre tanto a falta dele no meu passado.

dina disse...

será minha a sua sombra acometida no escuro de tal noite aluada?
o que não quis saltou para fora da armadura. crateras musculares negaram toda a boca, toda língua, toda ossatura. portas abertas, o beijo rola numa falta de senso. tentei sair e não tinha como a pele romper a dobra. com o maremoto vertiginoso bulindo a cidade, o rosto vara sentidos nunca. o travesseiro me cheira sua baba de sábado e domingo esfria o cômodo.